Os perigos da zona de conforto para a empresa contábil 2

Os perigos da zona de conforto para a empresa contábil

A zona de conforto são ações, pensamentos e comportamentos repetidos com frequencia. Apesar de passar sensação uma de segurança, essa condição limita o crescimento da empresa, dos diretores e dos colaboradores.

Estudos mostram que as pessoas mais bem sucedidas são aquelas que vivem superando dificuldades e não ficam presas dentro da sua zona de conforto. É assim que o sucesso profissional acontece, assumindo os riscos do seu negócio, aproveitando todas as oportunidades.
Por isso, é extremamente importante rever a forma de trabalho da sua empresa e a motivação dos seus funcionários. Caso veja essa condição de comodismo é hora de mudar algumas coisas.
Para contornar uma crise econômica, é fundamental superar a zona de conforto. O primeiro passo é motivar os funcionários para atingir novos resultados e se arriscarem mais.
Antes de propor novas medidas de incentivo à equipe, os empresários contábeis devem buscar primeiramente respeitar as diferenças de cada um, para depois aplicar algumas das medidas que mostraremos a seguir.

zona de conforto
zona de conforto x onde a mágica acontece

Como sair da zona de conforto
Para conquistar profissionais mais engajados e seguros deve-se montar equipes diversificadas, com perfis e opiniões diferentes. Isso incentivará os profissionais a conhecerem novas perspectivas e manterem uma discussão construtiva e respeitosa.

Outras medidas também podem dar resultados, tais como:
• Incentivar os profissionais a administrarem melhor o tempo para conseguir o máximo de produtividade;
• Incentivá-los a terem a mente aberta e adquirirem conhecimento com cursos e palestras;
• Propor mudanças para motivar os trabalhadores, desde que mantenham sempre a disciplina no ambiente de trabalho.
Quando perceber que o funcionário está na zona de conforto, deve-se buscar entender suas limitações e colocá-lo em contato com algum outro colaborador que pode ajudá-lo e motivá-lo, invertendo características, como a de um profissional mais impulsivo, dando-lhe tarefas as quais ele não está acostumado, levando mais tempo para realizá-la, vice-versa. Essa desordem fará com que ele saia da comodidade, mesmo que momentaneamente.
E o mais importante: tenha sua mente aberta para ouvir, discutir e propor novas possibilidades para sua equipe. Ofereça novos processos de trabalho, pois um profissional na zona de conforto ficará desmotivado e consequentemente menos produtivo para seu negócio. Essas atitudes influenciam diretamente na produtividade da sua empresa, assim como têm grandes interferências na sua estratégia de marketing contábil.

Os perigos da zona de conforto para a empresa contábil 3

Chat - WhatsApp